25abr

TetraBox – luminária modular com embalagens reaproveitadas

TetraBox Lamp é um impressionante projeto de reaproveitamento de embalagens Tetra Pak para fazer os mais variados tipos de luminárias com o material.

A criação é do designer malaio Ed Chew, que a partir de um processo que parece relativamente simples de dobraduras de embalagens.

O modelo esférico leva aproximadamente 450 embalagens na sua composição e tem 2,6 metros de diâmetro. São nada mais nada menos do que 108 hexágonos que são interligados para formar a luminária.

Estou começando a minha reciclagem de embalagens agora mesmo. Daqui há alguns meses, quem sabe, posso construir uma versão simplificada dessa luminária.

Dica do meu amigo @AndreMelim.

Fonte: Inhabitat, Yanko Design

2jun

Sofá modular Oi

O sofá modular Oi criado pela Cocoon Branding se adapta a qualquer quantidade de pessoas. São muitas as possibilidades, basta comprar mais peças e encaixá-las.
Com o aproveitamento de espaço gerado pelos módulos é possível diminuir em três vezes o espaço necessário para o transporte de um sofá comparado com um sofá comum segundo o fabricante. Custa US$2.300.

fonte: TheDieLine

11mar

Comprou uma roupa e está sem cabide?

Transforme a embalagem da roupa que você comprou em um cabide. Mais uma solução interessante para cabides. Já mostramos aqui no blog várias opções.

Esta foi criada pelo designer inglês Steve Haslip e é denominado Hangerpak. O designer inspirou-se na necessidade crescente que tinha de novos cabides ao comprar camisetas online. A embalagem Hangerpak resolve esse problema, basta seguir as instruções e transformá-la em um cabide. A única parte perdida no processo é o da pequena tira em verde que iria para a reciclagem.

O projeto ganhou o primeiro lugar no prêmio para estudantes D&AD de 2007 na categoria ‘O que mais você faz?’.

Fonte: Laissezfaire

23fev

La casa de botellas

A “Casa de Botellas” ou a Casa de Garrafas foi construída pela pequena família de artesãos Santa Cruz na cidade de Puerto Iguazú na Argentina, como um projeto familiar de reutilização dos resíduos gerados por eles próprios.

O principal material utilizado na construção da casa são as garrafas PET, mas há também caixas Tetra Pak, caixas de suco entre outros. Para eles fazer isso significa colaborar com a redução do dióxido de carbono e cuidar do planeta de uma forma diferente.

Para todos que visitam o lugar, a família ainda dá aulas sobre o processo de construção e sobre consciência ecológica.

O protótipo da casa utiliza:

  • 1200 garrafas PET para as paredes
  • 1300 caixas Tetra Pak de leite e de vinho  para o telhado
  • 140 caixas de CD para as janelas e portas
  • 120 garrafas PET para os sofás
  • 200 garrafas PET para a cama
0 La casa de botellas

Fonte: Planet, Inhabitots

25nov

Dell adere as embalagens de bambu

Quase todo mundo se livra de quase todo material que vem nas caixas de notebook. Eu sou um dos maníacos que gosta de caixas então sempre as guardo. Mas você já imaginou a quantidade de material que só usado até o produto chegar à sua casa e que depois vai para o lixo? É papelão, plástico, isopor, saco plástico com ar, isopor vegetal, entre outros; fora a quantidade de papel com propagandas.

A Dell para melhorar esse processo, seguindo os passos da HP (HP ganha concurso de sustentabilidade do Wal-Mart), resolveu apostar no bambu. Os novos netbooks da Dell modelos Inspiron Mini 10 e Mini 10v terão proteção interna feita com bambu e caixa externa feita com 25% de materiais pós-consumo. Para uma grande empresa sempre é um esforço importante essas atitudes e esperamos que não pare por aí.

12

Outros Blogs