7dez

Quando uma árvore de 30m vira um parquinho

Uma árvore de 30 metros de comprimento serve como suporte um quiosque e uma série de balanços para crianças criando um parquinho incrível em Indianápolis nos Estados Unidos.

O estúdio sueco Visiondivision foi comissionado pelo museu de arte da cidade para projetar um quiosque para o parque 100 Acres: The Virginia B. Fairbanks Art & Nature Park, mas fizeram mais do que isso ao utilizar como estrutura uma árvore derrubada (ou eles derrubaram?) e aproveitando cada metro dela. O projeto Chop Stick até poderia ser chamado de árvore-parque, pois apenas uma árvore foi necessária para fazer um projeto tão legal.

Além do projeto utilizar uma árvore já derrubada, o quiosque também é ecológico, pois tem cobertura de casca da própria árvore e fizeram até um xarope com o material extraído da árvore e que foi colocado à venda no quiosque.

 

Fonte: ff3300

1maio

Parquinho no topo do prédio

Um prédio na cidade Nørrebro em Copenhague, Dinamarca deixou todos os vizinhos com inveja ao criar um fantástico parquinho para crianças no terraço do prédio.

No terraço de 900m² projetado pelo estúdio JDS Architecture todo espaço é aproveitado. Além de um pequeno mirante, espaços livres e pontes, no lugar tem até uma cozinha completa com uma churrasqueira.

Adorei o projeto, mas não consigo deixar de pensar na média de bolas que acabam caindo para fora do prédio.

  

3abr

Parquinho com hélices de turbina eólica

 

Em Roterdã na Holanda um parquinho para crianças está ganhando todas as atenções ao utilizar como matéria prima velhas hélices de turbinas eólicas.

A criação é dos arquitetos da 2012Architecten que utilizaram 5 hélices descartadas para construir o parquinho Wikado, um parquinho de 1200 m² com todo o tipo de diversão.
Tem escorregador, túnel, rede para escalar, torre de observação, pontes, casinha e tudo mais.

O projeto foi entregue em 2007 e desenvolvido para uma fundação dedicada a promover atividades para crianças da cidade.

Entre os designers envolvidos no projeto estão Jeroen Bergsma, Césare Peeren e Jos de Krieger.

Fonte: Gizmodo Australia

5mar

Um parquinho para crianças construído com tonéis usados

Um grupo de estudantes de arquitetura da pequena cidade de Greensboro nos Estados Unidos mostra que até um parquinho para crianças pode ser ecológico ao utilizar como matéria prima 5.000 tonéis usados.

O Lions Park Playscape foi inaugurado em setembro de 2011 no lugar de um parque bastante degradado que ganhou nova vida nas mãos de estudantes da Rural Studio da Universidade Auburn que criaram um espaço que incentiva a imaginação com tonéis de aço galvanizado que eram usados para transportar óleo de hortelã.

“Individualmente eles são feios. Mas em grupo eles são lindos” diz Andrew Freear, diretor do estúdio. E não há dúvida, pois quem pensaria que tonéis poderiam ganhar utilidade tão interessante?

Com os tonéis também foi construída uma das coisas mais legais do projeto que é a cobertura capaz de fazer sombra para as crianças. A diversão está garantida por um bom tempo.

Outros Blogs