1jun

Cantinho dos gatos modernos

Nada de cestinha ou caminha para estes gatos modernos que preferem um nicho todo especial feito em madeira e instalado no canto de parede, quase um condomínio dos gatos.

A criação apelidada de Catissa foi desenvolvida pelo estúdio de design russo Mojorno e custa 250 euros.

25jul

Jardins iluminados

Jardins não precisam ficar bonitos apenas de dia. Prova disso é a fantástica instalação artística do designer Bruce Munro para o Longwood Gardens na Pensilvânia, Estados Unidos.

A instalação utiliza diversas garrafas PETs iluminadas para criar um jardim impressionante.

Além das garrafas pets, outras áreas do Longwood Gardens também ganharam instalações.

4out

Hortas e jardins verticais do jeito fácil e ecológico

Wolly Pocket é um sistema modular para criar e manter tanto jardins verticais como também vasos comuns de maneira prática e sustentável.

Cada bolso de feltro, como é chamado este tipo de vaso, é feito com materiais 100% reciclados, derivados de garrafas plásticas recicladas.

Uma parte do Wolly Pocket possui tecido respirável, que permite que o solo possa renovar seu suprimento de oxigênio. Já a base do produto possui uma camada impermeável, produzida a partir de 60% de garrafas plásticas recicladas. Dessa forma você pode instalar em qualquer parte da sua casa sem risco, por exemplo, de umedecer o seu piso de madeira.

Existem três tipos de jardins que são vendidos pela Wolly Pocket: Wally, Meadow e Islands.

O modelo Islands são ilhas/vasos individuais para plantas. O mais básico custa US$29,00, já o modelo que possui quatro zippers para acompanhar o crescimento da sua planta pode ser adquirido por cerca de US$152,00.

Já os modelos Meadow (a partir de US$92,00) são mais adequados para uma horta familiar com diversas plantas, e o modelo Wally (a partir de US$49,00) específico para jardins verticais.

28maio

111 Navy Chair – Cadeira feita com garrafas pet recicladas

A empresa americana Emeco conhecida pelo design de diversas cadeiras feitas com alumínio reciclado lançou a sua primeira cadeira feita com garrafas pet.

O nome da cadeira é 111 Navy Chair em referência as 111 garrafas pet utilizadas para sua produção. A cadeira produzida em parceira com a Coca-Cola é feita a partir de 60% de pet reciclado e uma mistura de outros materiais como pigmentos e fibra de vidro para reforçar a estrutura.

A cadeira está à venda na Design Within Reach por US$230,00. É metade do preço de uma cadeira de alumínio vendida pela empresa.

0 111 Navy Chair   Cadeira feita com garrafas pet recicladas
17mar

Reciclar garrafas PET vai ficar mais fácil

Foto de Monica M. Davey para a IBM

A IBM em conjunto com pesquisadores da Universidade de Stanford, Estados Unidos,  desenvolveram uma nova técnica de reciclagem de garrafas PET que pode ser feita em temperaturas mais baixas (75°C) do que comumente.

Até então o processo dava a partir do downcycling, ou seja, transformar o material original em um material de baixa qualidade. Ou seja, o plástico das garrafas PET não poderia ser utilizado para fazer a mesma garrafa, pois ele sofre perda de qualidade no processo.

0 Reciclar garrafas PET vai ficar mais fácil

A nova tecnologia utiliza catalisadores orgânicos que segundo a pesquisa são muito mais ativos e melhores para o ambiente. Estes catalisadores podem quimicamente quebrar o PET em monômeros, que depois podem formar blocos de polímeros.

Em comparação com o método convencional em que as garrafas PET são mecanicamente quebradas com a ajuda de catalisadores metálicos, o método com catalisadores orgânicos e em baixas temperaturas eventualmente leva à um:

  • Baixo consumo de energia;
  • PETs de melhor qualidade;
  • Baixo custo final, tornando a reciclagem mais atraente.

IBM em parceria com pesquisadores da King Abdulaziz City for Science and Technology (KACST) na Arábia Saudita estão planejando diversos testes em larga escala para a reciclagem de PET.

Se pensarmos que 13 bilhões de garrafas de plástico são jogados fora todos os anos, este processo pode ter um grande impacto ambiental se realizado com sucesso.

Leia mais sobre este novo processo no site da IBM.

Fonte: Technology Review, Treehugger

123

Outros Blogs