22set

Dia Mundial Sem Carro 2009

Veja a programação de 6 capitais brasileiras para o Dia Mundial Sem Carro criada pelo site G1 .  Não deixe de participar da comunidade no Ning do Dia Mundial Sem Carro.

Em Brasília a adesão deve ser infama, além das grandes extensões entre o local de trabalho e de residência, o transporte público da cidade é um dos piores que eu já tive contato.

Breve histórico do Dia Mundial Sem Carro

O Dia Mundial Sem Carro foi implantado pela primeira vez na França, em 22 de setembro de 1997. Em 2000, a União Européia instituiu a Jornada Internacional “Na Cidade, sem meu Carro”, reunindo 760 cidades. Em 2001, 1683 cidades participaram. Encorajados pelo êxito da iniciativa do Dia Europeu sem Carros, a comissão organizadora lançou, em 2002, a Semana Européia da Mobilidade.

Em 2001, 11 cidades brasileiras aderiram ao Dia Mundial Sem Carro: Porto Alegre, Caxias do Sul e Pelotas (RS); Piracicaba (SP); Vitória (ES); Belém (PA); Cuiabá (MT), Goiânia (GO);Belo Horizonte (MG); Joinville (SC); São Luís (MA). Em São Paulo, a iniciativa é realizada desde 2005, sob a coordenação da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente.

Em 2007, protagonizada pelo Movimento, a campanha para o Dia Mundial Sem Carro engajou entidades de todas as regiões da cidade e despertou a atenção da população e do poder público para assuntos decisivos para a vida em São Paulo, como cidadania no trânsito, congestionamentos, respeito ao pedestre, segurança e poluição.

Em 2008, o Nossa São Paulo também organizou atividades importantes para marcar a data. Entre elas, o debate com candidatos à Prefeitura de São Paulo que abordaram as propostas para transporte, mobilidade e poluição do ar, e um ato público pela comercialização no Brasil do diesel com menos enxofre.

fonte: Site do MNSP / Dia Mundial Sem Carro

14set

Templo do Lixo

Criado para chamar a atenção para a nossa ligação e incrível produção  de lixo diária, o pessoal do estúdio holandês Salzig Design criou este templo feito com mais de 100 toneladas de garrafas plásticas recicladas.

O Templo do Lixo é uma estrutura temporária construída em Rotterdam, Holanda para o Follydock Festival de 2007. O Tempo tem 25m de comprimento, 10m de largura e quase 7m de altura.

O que será que os pesquisadores do futuro diriam ao encontrar em meio as suas escavações este templo?

Fonte: Salzig Design, Core77, Inhabitat

31ago

Caixões e urnas ecológicas

Você pode ser ecológico até na morte com estes caixões ecológicos apelidados de Ecopods. Os Ecopods são feitos com folhas de amoreira e papel reciclado compressado (principalmente jornais usados) e desenhados por Hazel Selina.

A designer também desenvolveu urnas ecológicas totalmente biodegradáveis produzidas também com papel reciclado e disponível em diversas cores.

29ago

Happy hour sustentável

Vamos falar sobre sustentabilidade? Essa é a proposta do evento Green Drinks, um happy hour que acontece uma vez por mês em várias cidades do mundo com especialistas e interessados para conversar sobre sustentabilidade.
Três cidades brasileiras estão cadastradas no site que realizam o evento: São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

O mais ativo é o de Belo Horizonte que possui site e comunidade no Ning (próxima reunião dia 01/09), e São Paulo site que possui e teve a última reunião no dia 2 de Julho.

Eu achei a idéia ótima e estou pensando seriamente para o ano que vem combinar com algumas pessoas para organizar o evento aqui em Brasília. E você se empolgou? Vamos espalhar a idéia por mais cidades.

19ago

Casas de passarinho ecológicas

Há várias opções nesse quesito e com os mais variados materiais, aqui vamos dar dicas de algumas opções.

A primeira que vamos falar é a da empresa Greenbird House. As casinhas são feitas de papel reciclado e as tintas empregadas são à base de soja e biodegradável. As casas podem ser customizadas e cada custa US$12,99.

A segunda idéia é da loja DinnerTimeChimes. Reutilizar aquele seu sapato velho e furado e transformá-lo em uma casa de passarinho ecológica. Infelizmente todos já foram vendidos, mas fica a idéia para fazer em casa.

A última é uma oportunidade para as eleições de 2010. Transformar placas de propaganda em casas de passarinho utilizando apenas lacres plásticos. Siga o tutorial no Flickr do pessoal do Les fourmis.

Você tem uma dica de casa de passarinho ecológica? Mande para gente blog@rodrigobarba.com

Outros Blogs